Blog

Mídia paga: Canais e estratégias no marketing B2B

Mídia paga: Canais e estratégias no marketing B2B

Quanto, como e onde investir são dúvidas comuns de muitas empresas que estão começando a direcionar seus esforços de marketing. A boa notícia é que a mídia paga no ambiente online conta com diferentes canais e estratégias para marcas de todos os segmentos e, inclusive, que ainda estão buscando espaço no mercado.

Se você também tem dúvidas sobre como investir nessa oportunidade, não se preocupe! Nesse artigo, te explicamos tudo sobre como a mídia paga pode potencializar a visibilidade e o ROI da sua marca!

Tipos de mídia paga

1. Redes de pesquisa

Anúncios em sites de busca, como o Google ou o Bing, com foco no rankeamento do conteúdo entre as primeiras posições do buscador, que tendem a receber mais cliques.

Nesse modelo de mídia paga, é necessário otimizar o conteúdo da sua página de conversão conforme a melhor palavra-chave. Atualmente, o canal mais utilizado para anúncios em redes de pesquisa é o Google Ads.

2. Portais

Além de investir no Google, ou outros motores de busca, você também pode anunciar em portais de conteúdo do seu nicho de mercado que disponibilizem espaço para anúncios. Geralmente, esses portais já possuem modelos, formatos e preços pré-definidos, promovendo a sua marca a partir de banners, displays ou pop-ups, por exemplo.

A maior vantagem é o alcance a um público bem segmentado, que busca informações sobre o segmento e a solução da sua marca.

3. Redes sociais

Outro importante canal, tanto para mídia orgânica como para mídia paga, as redes sociais são ideias para aumentar o alcance e o engajamento de seu conteúdo, construindo um relacionamento mais próximo com o seu público.

No caso do marketing B2B, as principais opções são o Facebook Ads e o LinkedIn Ads, ambos com possibilidades de segmentação conforme comportamentos e preferências.

Oportunidades para o marketing B2B

Google Ads

94% dos compradores B2B realizam pesquisas online em algum momento da jornada de compra, de acordo com o estudo realizado pela Accenture. Considerando que o Google é o principal site de buscas no mundo todo, investir na presença da sua marca nesse canal faz total sentido, não é mesmo?

A plataforma de anúncios do Google, o Google Adwords, permite que você promova a sua marca de duas formas:

  • Rede de pesquisa: Posicionamento nos resultados de busca);
  • Rede display: Anúncios em páginas parceiras (inscritas no GoogleAdsense), ou em aplicativos próprios do Google, como o Youtube ou o Google Meu Negócio.

As duas estratégias de mídia paga possibilitam ações de remarketing e diversas opções de segmentação!

Facebook Ads

Uma pesquisa realizada pelo HubSpot apontou que 75% dos compradores B2B utilizam as redes sociais como suporte para a decisão de compra. Pensando nisso, investir na presença da sua marca na principal rede social dos dias de hoje é uma ótima forma de promover o engajamento do seu público, concorda?

O Facebook Ads disponibiliza diversos formatos de posts e mais de 10 tipos de anúncios, que podem atender a cada uma das etapas da jornada do cliente, com estratégias de segmentação que consideram as fases de reconhecimento, consideração e conversão.

Assim, você pode tanto impulsionar uma publicação como criar um grupo de anúncios para públicos personalizados ou, inclusive, contatos importados da sua lista de leads e clientes, provenientes do tráfego do seu site, blog ou aplicativo, por exemplo.

LinkedIn Ads

Apesar do Facebook ser a rede social com maior número de usuários, o LinkedIn é até 277% mais eficiente para a geração de leads B2B, conforme a pesquisa divulgada pelo HubSpot. O fato da plataforma ser a principal rede para networking e negócios pode explicar a maior assertividade no alcance. Além disso, as ações de mídia paga na LinkedIn Company Page contam com diferentes opções de segmentação, que levam em conta atividades, cargos e conexões dos usuários.

Atualmente, o LinkedIn Ads disponibiliza 3 opções de anúncios:

  • Text Ads: Anúncios em formato de texto que aparecem na lateral do feed de notícias do seu público-alvo;
  • Sponsored content: Posts que podem ou não contar com imagens e vídeos, impulsionados no feed de notícias do seu público-alvo;
  • Sponsored Inmail: Conteúdos personalizados que são enviados diretamente para a caixa de entrada dos usuários da rede, conforme os critérios definidos em sua segmentação.

7 Dicas de como investir em mídia paga

Agora que você conhece os principais tipos, canais e formatos de mídia paga para o marketing B2B, pode estar se perguntando como dar o primeiro passo, ou por onde começar. Nesse caso, nossas dicas são:

1. Primeiramente, tenha muito claro qual é o perfil do seu cliente ideal (Persona), pois isso é o que determinará a assertividade de seus anúncios, independentemente de qual canal e estratégia escolher;

2. No início, realize testes A/B, com anúncios pontuais em canais estratégicos para a sua marca. A partir do acompanhamento do ROI de suas campanhas, fica mais fácil definir o que funciona melhor para o seu negócio;

3. Invista em anúncios pontuais nas redes sociais, considerando períodos mais curtos e investimentos menores. Impulsionar a divulgação de seus materiais e publicações no blog, por exemplo, garantem maior engajamento e visibilidade para suas ações de marketing;

4. Para anúncios na rede de pesquisa ou display do Google, selecione cuidadosamente as palavras-chave, considerando o número de buscas, a competitividade e a média de custo por clique. O ideal é que todos esses fatores estejam em equilíbrio;

5. Construa landing pages para a conversão de suas campanhas, trabalhando cada uma das palavras-chave que definiu em suas estratégias;

6. Avalie a sua verba de mídia paga e acompanhe os investimentos em cada um dos canais de forma a não ultrapassar o seu budget de marketing;

7. Não deixe de lado o básico do marketing, ou como alguns dizem: “primeiro aprenda a fazer o feijão com arroz, e depois você completa com a mistura”. O que isso quer dizer? Não adianta impulsionar seus anúncios nas redes sociais se o seu conteúdo não está agregando real valor para o seu público, nem mesmo investir em anúncios no Google se o seu site não está otimizado para SEO e experiência do usuário. Portanto, ao mesmo passo que você investe em mídia paga, também deve manter a atenção com todos os pontos de contato da sua marca!

Bom, esperamos contribuído com as dicas. Se quiser saber mais sobre mídia paga e marketing digital com foco em branding e geração de leads B2B, entre em contato com nossos especialistas e entenda tudo o que podemos fazer pela sua marca!