Blog

Métricas em redes sociais: Por que e como monitorar?

Métricas em redes sociais: Por que e como monitorar?

Você sabe como avaliar o retorno de suas estratégias de social media? Será que o tempo e a energia que vem investindo nesses canais não deveriam ser gastos em outro lugar? É difícil afirmar, a menos que você monitore suas principais métricas em redes sociais, não é mesmo?

Muitas empresas ainda acreditam que social media é inadequado para marcas B2B, ou mesmo que a estratégia não traz resultado. No entanto, podemos dizer com propriedade que esta é uma questão de perspectiva. Será que sua empresa está olhando para o lugar certo?

Conheça os 5 indicadores que marcas B2B devem considerar nas redes sociais e entenda quais insights esses números podem proporcionar ao seu negócio e às suas estratégias!

5 Métricas em redes sociais que você deve acompanhar

1. Likes e compartilhamentos

O número de likes e compartilhamentos são os indicadores mais básicos de engajamento nas redes sociais, e pode ser um grande insight para suas estratégias. Essa métrica demonstra quais conteúdos são mais relevantes para o seu público e quais tipos de publicação promovem maior interação com seus seguidores.

Agora, é importante entender que no cenário B2B, essa interação ocorre de forma mais natural, e menos informal e repentina como em páginas de entretenimento ou mesmo marcas B2B.

É comum que alguns profissionais questionem também por que a página possui milhares de seguidores, mas ainda assim pouquíssimas curtida. Bem, sua publicação não aparece para todos os seus seguidores. O Facebook, por exemplo, entrega seus posts para menos de 2% de seu público, e esse alcance só aumenta a partir da interação e o engajamento de diversos usuários. No Instagram, a entrega é de até 7%, mas a lógica é a mesma.

2. Comentários

Positivos ou negativos, os comentários em suas páginas nas redes sociais são importantes e devem ser levados a sério. Quando alguém dedica um tempo para expressar sua opinião, fazer uma sugestão, um elogio ou uma crítica, é indispensável que você também dedique um tempo para responder adequadamente.

Seja ativo para que seu público sinta que você se importa com eles. A empatia é essencial para a interação em qualquer rede social. Além disso, contar com uma estratégia de atendimento ao cliente (SAC) nas redes sociais pode ser ainda uma oportunidade para receber bons orçamentos, mensurar o nível de interesse em cada tipo de produto, e viabilizar um ponto de contato ágil com seus leads e clientes.

3. Cliques e origens de tráfego

Outra métrica em redes sociais que você não deve ignorar são o número de cliques em suas publicações e a participação desse canal na condução de tráfego para o seu site, blog ou landing page. É importante que você entenda quais redes sociais e quais publicações trazem maior tráfego para suas páginas, direta ou indiretamente.

Suas publicações orgânicas devem direcionar seus leads para páginas de pouso e conversão, como qualquer campanha paga. Isso não significa que 100% de seus posts devem conter um link para o seu site, mas você deve deixar claro para o seu público onde ele pode encontrar mais informações sobre sua empresa e seus produtos ou serviços.

4. Dados demográficos

É ótimo ter uma grande audiência nas redes sociais, mas se ela não envolve o grupo certo para o seu negócio, todo o seu esforço de marketing pode ser em vão. Afinal, não adianta uma fornecedora de serviços para o Estado de São Paulo conte com milhares de seguidores de estados que ela não atende, concorda? A não ser que ela tenha como estratégia a expansão de seu negócio e queira avaliar quais regiões demonstram maior interesse em seu tipo de serviço!

Com isso em mente, defina metas específicas para aumentar seus seguidores em regiões, setores, cargos e outros tipos de segmentação específicos. Assim, é possível avaliar a demografia de seus seguidores e entender como você está crescendo em cada uma das áreas relevantes para a sua marca.

Por exemplo, uma empresa de software e sistemas pode analisar essas métricas em redes sociais e perceber que a maioria de seus seguidores trabalha justamente com tecnologia. Compreendendo esses dados, ela pode decidir o que seria mais vantajoso para a sua estratégia de geração de leads e vincular conteúdos em seu blog sobre tecnologia e tendências do setor, garantindo relevância para o seu público.

5. Taxa de conversão

Curtidas, comentários e compartilhamentos são bacanas. Mas likes nas redes sociais não sustentam nenhum negócio, não é mesmo?

A partir do momento que você conta com uma página no Facebook, no Instagram, no Twitter ou uma LinkedIn Company Page como um canal de geração de leads, a taxa de conversão deve estar sempre em seu radar!

No marketing B2B, a métrica em redes sociais mais importante é a eficiência do seu conteúdo na conversão de seu público em leads reais para sua empresa. Para mensurar esse indicador é preciso rastrear seu lead desde o momento em que ele clica em uma de suas postagens, até ele preencher um formulário em seu website e se tornar um cliente.

Contar com uma ferramenta de automação de marketing e um CRM ajuda a otimizar essa análise e permite que você acompanhe toda a jornada do cliente desde o primeiro contato.

Transforme dados em estratégias

De nada valem todos esses números, se você não sabe como gerar mais resultados a partir deles! A análise das métricas em redes sociais tem o papel de te ajudar a desenhar novas estratégias e novos posicionamentos, transformando o sentimento que a sua marca transmite e a presença dela no ambiente digital.

A relação entre investimento e resultado, os pontos que precisam de maior atenção, a qualificação de seus leads e a assertividade da sua comunicação são apenas alguns insights que esses números podem oferecer.

Não sabe bem como implementar suas novas ações e melhorias? Conte com a Agência Canna para uma estratégia focada em branding, geração de leads e experiência do cliente, sem deixar de lado as particularidades do segmento B2B!